Artigos » O Caminhar no Mundo

O Caminhar no Mundo

Autor: Marcos Spagnuolo Souza
Fonte: Somos Todos Um

O maior problema para desenvolvermos na espiritualidade é o ego que deseja unicamente vivenciar os prazeres do corpo e da sociedade. O desejo egótico está centrado ou se dirige para perceber somente o que é bom para ele ou o que é mal. O mal significa aquilo que não satisfaz os seus desejos e bom é somente aquilo que proporciona alegria ao ego.

A percepção do ego é totalmente limitada porque depende dos cinco sentidos corporais que oferece ao ego a sensação da vida física, assim sendo, o nosso corpo não é diferente de qualquer outro animal, pois os animais captam o mundo através dos cinco sentidos igual aos humanos. A visualização que temos do mundo captado pelos cinco sentidos é definida como sendo percepção da realidade no nível animal.

Estamos percebendo o mundo através do ego que interpretam os sinais captados pelos sentidos formando os sentimentos, memória e a própria percepção e os místicos salientam que toda essa concepção do ego a respeito de si mesmo, do corpo, da sociedade e do mundo é totalmente falsa em comparação com o propósito elaborado por Deus.

O caminhar no mundo é uma atividade do ego que possui como ponto central o prazer para si mesmo e nessa atividade constante do deleite o ego penetrou um patamar abaixo do último plano construído por Deus e conforme o ego procura novos métodos para se deliciar avança nas profundezas do abismo.

Opondo ao ego existe no nosso sistema um ponto que denominamos de semente divina e quando essa semente começa a germinar inicia a morte do ego. A morte do ego e o desenvolvimento da semente divina inicia a formação do novo ser que passa a perceber a verdadeira realidade criada por Deus compreendendo o propósito da vida e a necessidade de ser uno com a criação de Deus.



« Voltar aos artigos